· Piracicaba: (19) 3434-9873 ·· Jundiaí: (11) 4526-2528 ·

Se você costuma navegar na internet à procura de métodos para tornar a sua vida mais prática e organizada, com certeza deve saber do que se trata a expressão “Bullet Journal”. Caso você não saiba exatamente o que é, ao menos já deve ter ouvido falar nesse item, que possui um enorme número de adeptos online em uma verdadeira comunidade relacionada ao assunto.

O Bullet Journal é um conceito criado pelo designer americano Ryder Carroll com o objetivo de auxiliar na administração de aspectos práticos da vida de um indivíduo – especialmente nas tarefas diárias, levando sempre em consideração a necessidade de torná-las mais produtivas e focadas.

Não se trata exatamente de um artigo físico, mas sim de uma metodologia organizacional que pode ser colocada em prática com o simples apoio de um caderno comum. Carroll, aliás, criou o Bullet Journal como forma de facilitar a sua própria vida, já que ele enfrentou grandes problemas de aprendizado por causa da sua dislexia e percebeu que precisava de uma ferramenta para sistematizar sua rotina e amenizar essas dificuldades.

Os maiores atrativos do Bullet Journal são as características que diferenciam ele de outros métodos de organização diária, como planners, agendas ou mesmo aplicativos: o Bullet Journal é totalmente adaptável à realidade da pessoa que o coloca em prática, permitindo uma flexibilidade na sua finalidade e uma abertura maior para a criatividade e livre expressão.

Bullet Journal Materiais

Como criar um Bullet Journal?

Sendo um método bem-planejado, o Bullet Journal possui algumas seções inicialmente fixas: índice, legenda, log do futuro, log mensal e logs diários. Existem centenas de tutoriais de criação do item na internet, alguns com adaptações feitas para atender a diferentes finalidades. O próprio Ryder Carroll disponibiliza um tutorial oficial em vídeo, que pode ser conferido com legendas em português clicando aqui.

1. Defina o material

Os únicos materiais realmente necessários são objetos básicos, como um caderno e canetas. O visual do Bullet Journal é de total iniciativa da pessoa que o cria, podendo ser algo extremamente simples ou mais complexo e caprichado. Também é possível criar Bullet Journals com fichários, o que permite a liberdade de inclusão e exclusão de folhas e uma reorganização periódica do item.

2. Comece com um índice

Tudo num Bullet Journal começa com um índice, que vai definir quais vão ser as finalidades de cada seção do objeto. Numere as páginas e crie os índices nas primeiras folhas do seu caderno, vislumbrando sempre o que vai ser feito no restante dele.

3. Crie as legendas

Outra parte importante do Bullet Journal são as legendas, que vão te ajudar a identificar quais são as tarefas detalhadas no item. Você pode usar símbolos diversos para se referir a tarefas pendentes e tarefas finalizadas, eventos, atividades etc. Exemplo: um círculo para definir tarefas importantes e um quadrado para definir tarefas menos prioritárias. O método original do Ryder Carroll traz proposições próprias de legendas que também podem ser utilizadas.

4. Crie os logs

“Log” é a nomenclatura que criador do Bullet Journal usa para se referir a cada seção interna do item. O primeiro log, o “log do futuro”, é uma seção ampla que deve vir logo no após o índice. Ela pode ser anual ou semestral. No caso de um log semestral, é possível usar duas páginas divididas em três seções cada, onde cada seção representará um mês do semestre em questão. Nele, você colocará atividades mais complexas e de completude a longo prazo.

O log mensal vem logo a seguir e é um pouco mais aprofundado. Nele, são inseridos os meses do ano com detalhamento dos dias, e as tarefas são organizadas como que numa pequena agenda com espaço para observações. Esse log é essencial para você administrar acontecimentos com datas já previamente marcadas.

Por fim, o log diário é a parte mais extensa do Bullet Journal, e a recomendação é que você vá criando esse log progressivamente, adicionando entradas nele a cada dia. Esse log vai consumir o maior número de páginas do item e é nele onde vão ser usadas as legendas previamente definidas para as tarefas/atividades. Por ser uma parte de criação em tempo real, você pode ir adicionando páginas extras para observações, reorganização de prioridades e até descrição de tarefas urgentes e imprevistos que sejam importantes de listar no Bullet Journal.

Bullet-Journal-Estudos

Bullet Journal nos estudos

Com todo o potencial de organização que um Bullet Journal apresenta, não existem dúvidas de que ele pode dar um ótimo apoio nos estudos. Os logs semestrais e mensais podem servir para gerir uma rotina extensa de preparação para provas, processos seletivos e trabalhos acadêmicos, agendando as datas específicas ou prazos finais desses acontecimentos. 

Já os logs diários servem para gerir a sua rotina de estudos no dia a dia. A partir dele, se torna muito mais simples administrar o tempo e cada tópico que você deve estudar para cumprir as suas metas de preparação escolar/acadêmica. Após certo tempo de uso do Bullet Journal para essa finalidade, será possível também analisar como foi o seu desempenho diário de estudos, o que pode definir se você precisa mudar alguma coisa nesse âmbito – como intensificar sua carga horária ou mudar a ordem dos tópicos que você estuda.

Bullet Journal no trabalho

O Bullet Journal traz possibilidades interessantes ao ser utilizado no trabalho. Ele pode ser utilizado de forma individual, como um item de organização pessoal que administra metas e tarefas de uma pessoa só dentro de seu ambiente de trabalho, sendo bem adaptado para a profissão que essa pessoa exerce.

Outra possibilidade é usar o Bullet Journal de forma coletiva no trabalho, o que pode servir na organização e administração de tarefas em grupo e coworking no geral, ideal especialmente para ambientes de trabalho menores e onde haja maior contato pessoal entre os funcionários – já que, afinal, o Bullet Journal é um item físico. 

Se você ficou interessado, não perca tempo em mergulhar no mar de tutoriais sobre Bullet Journal que existem na internet e criar o seu item da forma que melhor se encaixe na sua rotina! 

Fechar Menu